Já parou para pensar qual é a obra da sua vida e o que ela significa para o seu futuro?

Está escrito lá no dicionário: “propósito é uma grande vontade de realizar ou de alcançar alguma coisa”.

É claro que essa definição não está errada, porém existe um termo em japonês que parece ainda mais apropriado para falar sobre futuro. Não sei se você já ouviu falar nele. É o ikigai, que significa “razão de viver”.

De acordo com os japoneses, todos têm um ikigai. E descobrir qual é o seu requer uma profunda e, muitas vezes, extensa busca de si mesmo.

Hoje em dia, fala-se muito em propósito. Se você reparar bem, essa questão abrange vários aspectos da sua vida. Mas ele está intrinsecamente ligado, sobretudo, à outra palavra: a motivação.

Muitas vezes, as pessoas acreditam que o motivo de fazer e acontecer sempre deve vir do outro. Porém, é justamente o contrário. Ele precisa partir de dentro de você.

Antes de tudo, mantenha-se em constante questionamento

O primeiro grande passo para descobrir qual é o seu propósito é realizar uma verdadeira e sincera jornada de autoconhecimento. Para isso, questione-se. Não custa nada, afinal!

Comece por perguntas simples como:

O que me faz acordar todos os dias?

O que eu quero a curto, médio e longo prazo para a minha carreira?

O que me faz verdadeiramente feliz?

Repare que nossos anseios, projetos e sonhos mudam ao longo da vida. Daqui a um, cinco ou dez anos, por exemplo. É justamente por isso que você pode ter mais de um ikigai.

Mas como alcançá-los?

Quando uma pessoa descobre seu propósito de vida, naturalmente, ela se sente mais completa e partir daí consegue atribuir um significado profundo e verdadeiro para a sua existência.

O propósito é a força motriz que nos impulsiona a fazer o melhor e a alcançar o que desejamos. Mas é muito importante que você também saiba a diferença entre propósito e metas.

Para ficar claro: metas são conquistas específicas que tentamos realizar. Já o propósito é a razão para você ter metas. O propósito é o sentido maior, a busca mais importante, pois é o que faz uma pessoa levantar de manhã todos os dias.

Portanto, ao identificar o seu propósito, seja franco e objetivo com você mesmo, e defina um caminho claro para que você possa de dedicar de forma física, emocional e mental.

O propósito fornece o alicerce que permite que uma pessoa seja mais resistente aos obstáculos, ao estresse e as tensões do dia a dia. Ele também indica quais são seus principais talentos, forças e capacidades, além do mais importante: como você vai utilizá-los em prol das pessoas, da sociedade e, obviamente, do seu bem-estar.

Você já conhece o Diário da Felicidade?

Ser feliz é uma arte e também uma ciência: a psicologia positiva. Por meio de intervenções simples, porém testadas por inúmeros pesquisadores, no Diário da Felicidade eu ensino técnicas fáceis para aplicar em seu dia a dia que irão ajudá-lo a pensar no seu propósito e a desenvolver um novo hábito: ser feliz.