Quando se trata da educação das crianças, escolher a melhor maneira de educar pode ser um desafio. Existem pais mais regrados e severos, e pais mais permissivos e tranquilos em relação à educação e as vontades do filho. 

A educação positiva se tornou uma nova tendência entre os pais, psicólogos, professores e escolas. Nesse artigo, você vai descobrir o que é a educação positiva e quais são seus benefícios para o desenvolvimento da criança. Continue lendo!

O que é a educação positiva?

A educação positiva é um conjunto de práticas que visam  o desenvolvimento integral da criança, com autonomia, resiliência, equilíbrio e inteligência emocional. 

Na educação positiva, castigos e chantagens são vistos como práticas não construtivas para o desenvolvimento humano. Dessa forma, a educação positiva dá ênfase à autonomia, otimismo, autoconfiança e outras habilidades importantes para uma vida em sociedade, porque age na esfera socioemocional da criança.  

Quais os benefícios da educação positiva?

  • Desenvolve a autodisciplina e autocontrole;
  • Fortalece o senso de importância, necessidade e pertencimento dentro da família, escola e sociedade;
  • Melhora a habilidade de socializar, conviver com outras pessoas, sejam adultos ou crianças;
  • Auxilia no desenvolvimento de habilidades sociais, como empatia, responsabilidade, confiança e respeito;
  • Possui benefícios a longo prazo, pois as crianças se tornam adultos preparados para lidar com os problemas da vida adulta;
  • Trabalha o autoconhecimento e contribui para que desenvolvam suas habilidades e competências pessoais.

Como aplicar a educação positiva?

1. AJUDE SEU FILHO A PENSAR

Em uma situação onde ele não entende porque não deve fazer algo, ajude-o a pensar sobre as consequência que isso poderia trazer. Faça perguntas para incentivá-lo e ajudá-lo a chegar a uma solução para problemas do dia a dia. Focando na solução, e não no problema. Essa atitude trabalha sua autonomia e independência. 

2. ENFATIZE O LADO POSITIVO

Elogie o seu filho. Não diga apenas “parabéns”. Busque elogiá-lo mostrando a ele suas qualidades, seus esforços. Ou então aconteceu uma situação ruim? Mostre ao seu filho o lado positivo do problema, focando no que ele pôde aprender com a situação.

O foco aqui é que ele entenda que coisas ruins sempre vão acontecer, e que podemos aprender com os problemas. 

3. TENHA REGRAS

Uma das bases da educação positiva é a existência de regras para a manutenção da disciplina. Não se trata de colocar limites, e sim de fazer acordos que auxiliam o desenvolvimento da criança. 

É importante que fique claro que muito além de obedecer, é preciso ter responsabilidade com os nossos atos. 

4. DIALOGUE SEMPRE 

O diálogo é a peça chave da educação positiva, já que nenhuma das ações anteriores podem ser executadas se não houver um diálogo claro e que a criança consegue entender. 

Converse com o seu filho, explique e escute-o. A criança que se sente ouvida pelos pais,  cria um senso de importância e pertencimento ao grupo familiar. 

Você entende como todas essas ações podem ser trabalhadas no dia a dia da criança e da família? São atitudes simples que podem trazer grandes benefícios!

Você tem alguma dúvida sobre esse assunto? Preencha o formulário abaixo com o seu comentário e responderei o mais rápido possível! Até mais!

Seguir e compartilhar: