Desde que nascemos somos expostos aos desafios da vida. No começo, quando os desafios são mais naturais como aprender a falar e andar, a natureza nos impulsiona a conquistar aquilo que precisamos. Porém, a partir de certa idade, começamos a demonstrar nossa personalidade e traços dela podem influenciar na maneira com que encaramos o mundo:

Existem aquelas pessoas que naturalmente tem uma visão pessimista da vida, ou seja, tem a tendência de pensar nos desafios de maneira impotente, atribuindo as causas da adversidade as forças internas (“isso é tudo culpa minha”), universais (“isso afeta absolutamente tudo”) e imutáveis ​​(“isso não tem volta”).

Existem também as pessoas otimistas, que são conhecidas por terem sempre uma visão positiva sobre o mundo e que sempre esperam o melhor que pode acontecer em qualquer situação. Para aqueles que enxergam a vida com bons olhos, a ciência já comprova benefícios físicos e mentais, além de bons resultados na vida pessoal e profissional.

Neste texto conversaremos a respeito do otimismo, os benefícios que essa atitude mental pode proporcionar para aqueles que a escolhem e algumas dicas para te deixar mais positivo em relação a vida.

Vamos juntos?

 

O otimismo

Como mencionado, todos nascemos com uma predisposição em ser otimista ou pessimista, porém essa característica não é irreversível: se você é uma pessoa com traços pessimistas, é possível trabalhar para tornar-se otimista!

Segundo Martin Seligman, um dos pais da Psicologia Positiva, o otimismo é uma faceta de personalidade, mas também um estilo de pensamento que modela o comportamento e a motivação quando o assunto é atingir resultados ou resolver problemas.

Seligman também afirma que o otimismo está ligado diretamente com a autoestima, pois essa reflete na autoconfiança e gera entusiasmo para levar a vida com energia e animação.

Além do pai da Psicologia Positiva, outros estudiosos do ramo também constataram alguns fatos a respeito do otimismo. Segundo o Jornal Americano de Epidemiologia em um estudo realizado em 2017 constatou que pessoas otimistas adoecem menos do que as pessimistas, além de ter menos riscos de ter problemas cardíacos e doenças mais graves como o câncer.

Outro estudo realizado com atletas e empresários constatou que o otimismo está ligado a bons resultados. Isso acontece porque mentalmente não há obstáculos para que essa pessoa dê o melhor de si em suas atividades, ou seja, não existem crenças limitantes no caminho do indivíduo.

O mesmo estudo ainda afirma que esses atletas e empresários apontaram menos índices de depressão e ansiedade e mais sensação de bem-estar e satisfação com a vida. A ciência explica isso de maneira química:

A saúde da mente influencia na saúde do corpo. Nossos pensamentos e emoções impactam negativa ou positivamente nosso organismo.

Pessoas tristes, angustiadas ou mal-humoradas possuem uma alta produção de cortisol, conhecido também como hormônio do estresse. Além dos estados emocionais mencionados, esse hormônio em altas quantidades também pode causar enxaqueca crônica, dores musculares, alergias de pele, hipertensão e outras doenças psicossomáticas.

Já as pessoas alegres, felizes e de bem com a vida são constantemente influenciados por pensamentos e emoções positivas que geram no organismo altas taxas de endorfina, dopamina, serotonina e ocitocina, conhecidos como os hormônios da felicidade.

Com isso, a ciência comprova que é mais vantajoso para sua saúde ser otimista, até mesmo nos momentos de dificuldade.

 

Mude de atitude

Para deixar o pessimismo de lado é preciso fazer uma mudança consciente da forma que vemos o mundo.

Você pode seguir algumas dicas para ficar atento aos seus pensamentos e mudar seu estilo de vida:

  • Fique atento com pensamentos como “Será que vou dar conta disso?” ou “Será que vai dar tempo de fazer aquilo?”. Esse tipo de dúvida não contribui de forma alguma para uma percepção positiva de nós mesmos.
  • Ao perceber que está tendo algum pensamento negativo, questione essas crenças e adquira cada vez mais controle de sua vida.
  • Diminua a cobrança sobre si mesmo e sobre os resultados que você espera das suas ações. Lembre-se que nem tudo acontece como planejado.
  • Trabalhe suas expectativas e entenda se elas são realmente possíveis.
  • Pratique o olhar positivo, que é a capacidade de ver o melhor em cada situação.
  • Exercite a gratidão e aprecie tudo aquilo que você já possui e conquistou em sua vida.
  • Ser otimista é o melhor caminho, mas fique atento aos excessos. Ser cegamente otimista pode cegar para os perigos em determinada situação, calculando mal a gravidade de um cenário de perigo.

Vale destacar que é importante você lembrar que é um ser humano. Isso significa que você irá viver altos e baixos naturais da vida, o que nos deixa propensos a ser mais otimistas em alguns dias do que outros.

O importante é acolher esses sentimentos e trabalhá-los de forma positiva, refletindo sobre eles e buscando a melhor forma de lidar consigo e com as situações a sua volta.

Quer saber mais sobre o assunto? Então confira meu programa PositivaMente no Spotify e YouTube, que vai ao ar toda 2ª. feira às 20h.  

Recrie-se! www.recriese.com

👇 Acompanhe as minhas Redes Sociais 👇

Instagram
Facebook
LinkedIn
Site

Seguir e compartilhar: