Alguma vez você já se flagrou no modo “piloto automático”, com o corpo em um lugar, mas com a mente em outro? Você costuma ter problemas em se concentrar em seus afazeres e perde o foco com facilidade?

Saiba que existe um método capaz de ajudá-lo a ganhar claridade para elevar seu nível de desempenho: o mindfulness, um estado mental de atenção plena no presente que estimula o contato com o aqui e o agora, possibilitando que o indivíduo se relacione integral e exclusivamente com suas experiências, valendo-se de todos os seus sentidos para obter elevada produtividade em qualquer sorte de atividade e apreciar mais cada momento.

Embora o termo “mindfulness” tenha sido cunhado há mais de 35 anos pelo médico e cientista americano Jon Kabat-Zinn, a prática só ganhou destaque no mundo corporativo na última década. Hoje, grandes empresas como Intel, Target, Toyota e Starbucks são alguns exemplos de organizações que reconhecem a importância dessa técnica e a incentivam para gerar melhores resultados. A multinacional Google possui um grupo de funcionários que dedica um pouco do dia para exercitar o mindfulness, e os participantes afirmam desempenhar suas atividades rotineiras com mais calma e menos stress.

 

Como aplicar o mindfulness no ambiente de trabalho

A prática mais comum do mindfulness implica em voltar toda a atenção para o processo de respiração. Inspirar, sentindo o ar entrar pelas narinas e preencher o peito. E expirar, sentindo o ar deixando o corpo. É o momento perfeito para despertar a conexão consigo mesmo. Em um mundo cada vez mais acelerado, parar, mesmo que por um minuto, apenas para respirar pode parecer um pouco incoerente, no entanto, inúmeras pesquisas apontam que essa prática, tão simples e rápida, aumenta os níveis de satisfação, criatividade, felicidade e relaxamento e facilita o processo de tomada de decisão.

É uma poderosa ferramenta para gerenciar os agentes estressores, reduzir a tensão e ampliar a capacidade de trabalhar sob pressão. Embora a atenção na respiração seja o exercício mais comum para praticar o mindfulness, existem diversas outras formas para fazê-lo. Lembre-se sempre de depositar toda sua concentração na sua atividade presente. Se estiver caminhando, atente-se ao movimento de seu corpo, à forma como seus braços se movem e à maneira como seus joelhos se dobram.

Se estiver escrevendo, note a sensação dos seus dedos tocando a caneta e como ela escorrega no papel. Faça pequenas pausas ao longo do dia para exercitar o mindfulness, seja entre uma atividade ou outra, seja antes do café. Ao longo das semanas, os resultados serão perceptíveis e incrivelmente positivos: você será capaz de obter mais bem-estar e energia para encarar os desafios do seu cotidiano.

Seguir e compartilhar: