Segundo pesquisa, a preparação mental antes do início das atividades ajuda você a ter mais produtividade

A vida pessoal e a profissional se misturaram bastante com grande parte das pessoas atuando em home office. Mesmo após o término do dia de trabalho, muita gente continua checando e-mails e lembrando de problemas relacionados à empresa.

A melhor solução para isso, claro, é se desligar ao fim do expediente e reservar um tempo para se divertir com amigos e familiares, se exercitar ou curtir algum hobby.

Porém, por mais benéfico que isso possa ser, o desapego completo pode tornar mais difícil nos motivar e nos concentrar quando voltamos ao trabalho. Depois de um fim de semana ou um feriado bem aproveitado, como nos reconectamos na manhã seguinte?

Um estudo feito por pesquisadores da Alemanha e dos Estados Unidos sugere que as pessoas que se preparam mentalmente para o próximo dia de trabalho têm uma experiência melhor porque começam a trabalhar em mais sintonia com seus objetivos.

Quando pensamos em como atingir nossos objetivos, ficamos mais conscientes de nossa autonomia para realizá-los, bem como dos recursos e das pessoas que temos para nos apoiar. Todos esses fatores, portanto, contribuem para nos sentirmos mais inspirados, concentrados e engajados – o que, por si só, eleva a produtividade.

Aprenda na prática

Quer ter um dia de trabalho com mais energia e disposição? Faça uma breve reflexão antes de começar as tarefas. A seguir, listo três perguntas que podem ser úteis para você nesse momento:

1) Por que o trabalho que faço é importante para mim e afeta a vida de outras pessoas?

Refletir sobre suas respostas a essa questão permite que você esteja mais em contato com seus objetivos e com o senso de propósito motivador que você extrai deles.

Para algumas pessoas, as respostas podem vir naturalmente, enquanto outras precisarão pensar um pouco mais. Tudo bem se você não tiver uma ideia formada imediatamente. Mesmo quando ainda não entendemos que o nosso trabalho é significativo, podemos dar significado a ele pensando em como somos importantes para o próximo. Um motorista de ônibus, por exemplo, pode encontrar um propósito ao se dar conta de como é essencial para a mobilidade das pessoas.

2) Quem são as pessoas – tanto no trabalho quanto na minha vida pessoal – que apoiam a mim e ao meu sucesso profissional?

Às vezes, nos sentimos isolados e até sobrecarregados com tantas responsabilidades. Principalmente nesses momentos, lembrar daqueles que nos incentivam pode ajudar a aliviar o estresse e nos fazer sentir mais capazes e confiantes sobre o que realizamos.

Você tem um colega que está sempre disposto a ajudar ou ansioso para trocar aprendizados? Pense também em alguém fora da empresa, como um amigo que está perto quando as coisas não vão bem e fica feliz com o seu crescimento.

3) O que eu gostaria de focar hoje?

Pense em uma meta que você deseja de realizar. Por exemplo: um professor pode ter uma quantidade de trabalhos que pretende avaliar. Ao fazer isso pela primeira vez, você pode sentir desânimo. Reconectar-se ao trabalho envolve reconhecer e até abraçar esses sentimentos. Tente se visualizar realizando essa atividade de maneira calma e produtiva.

Reservar esse tempo para pensar sobre o que fazemos e por que fazemos ajuda a trazer nosso foco total para o presente, em vez de deixar os pensamentos no fim de semana passado ou com preocupações futuras.

Gostou das dicas?

Que tal colocá-las em ação? Seja lá qual for a sua profissão, considere responder a essas perguntas que eu listei. Depois, escreva aqui embaixo nos comentários como você se sentiu após essa experiência!

Quer saber mais sobre o assunto? Então confira meu programa PositivaMente no Spotify e YouTube, que vai ao ar toda 2ª. feira às 20h.  

 

👇 Acompanhe as minhas Redes Sociais 👇

Instagram
Facebook
LinkedIn
Site

 

Seguir e compartilhar: