Da comunicação à gratidão, descubra o que traz bem-estar para o ambiente organizacional

O que faz você se sentir feliz no trabalho? Se alguém da sua empresa fizesse essa pergunta, o que você responderia?

Existem pesquisas que revelam as principais chaves para o bem-estar no ambiente organizacional. O psicólogo australiano Timothy Sharp, por exemplo, enumera cinco etapas principais para a felicidade no local de trabalho. Basicamente, elas estão ligadas ao estímulo de emoções positivas.

Que tal conhecer cada um delas?

Confira:

1) Fornecer liderança e valores

A liderança exerce um papel importante para a felicidade no trabalho. Por isso, a organização deve adotar valores claros e todos os colaboradores precisam respeitar esses valores, especialmente aqueles que estão nos níveis superiores.

Um exemplo bem simples: se a empresa está pedindo aos funcionários que busquem um equilíbrio entre trabalho e vida pessoal, ninguém deve enviar e-mails às 2 horas da manhã!

2) Comunique-se com clareza e eficácia

Uma boa comunicação é fator determinante para a felicidade. Mas, para isso, é preciso ter clareza no compartilhamento de informações em todos os níveis da hierarquia, da base ao topo.

Quando falamos em comunicação, também nos referimos ao simples fato de permitir que todos expressem suas opiniões. Mais do que isso: que elas sejam verdadeiramente ouvidas e levadas a sério. É importante dar voz aos funcionários. Realmente escutar o que eles têm a dizer. Este ponto também tem a ver com questões ainda maiores: confiança e respeito. É difícil ter um ambiente de trabalho feliz sem essas duas qualidades, não é mesmo?

3) Agradeça

Colaboradores querem ser avaliados como membros de uma equipe. Mas também desejam que seus pares digam, com frequência e de maneira adequada, que são valorizados como pessoas. Gostam de ser apreciados por suas realizações. Quando líderes e colegas parabenizam abertamente os funcionários por suas vitórias ou esforços, todos ficam mais felizes.

Isso vai ao encontro com muitos estudos sobre os benefícios da gratidão. Ser grato aumenta o nosso senso de autoestima e, ao mesmo tempo, fortalece os laços sociais. Expressar gratidão, portanto, aumenta a felicidade de quem dá e de quem recebe.

4) Foque nos pontos fortes

As pessoas ficam mais felizes quando os colegas e a empresa se concentram mais em identificar e maximizar os pontos fortes, em vez de apenas corrigir os pontos fracos. Sabe por que isso ajuda a criar uma cultura organizacional mais positiva? Porque as pessoas gostam de ver suas habilidades reconhecidas e utilizadas.

Por isso, capacitações e treinamentos que desenvolvam e reforcem as competências dos profissionais fazem a diferença para o sucesso de qualquer companhia.

5) Divirta-se!

Organizações só têm a ganhar com o incentivo e reforço de uma atmosfera divertida no local de trabalho, que promova o humor e a descontração com responsabilidade.

Existe uma relação direta entre diversão e produtividade. Quando os funcionários estão se divertindo, eles ficam com mais energia. E, quando as pessoas estão felizes – pelo menos em parte do tempo -, os relacionamentos são reforçados. Por isso, é provável que elas deem um passo a mais umas pelas outras e pela empresa.

 

Gostou do artigo?

Conte, nos comentários, se a sua empresa também está de olho em cada um desses aspectos que mencionei.

O que mais você, seus colegas e a sua organização fazem para promover a felicidade coletiva?

Escreva aqui embaixo!

Quer saber mais sobre o assunto? Então confira meu programa PositivaMente no Spotify e YouTube, que vai ao ar toda 2ª. feira às 20h.  

👇 Acompanhe as minhas Redes Sociais 👇

Instagram
Facebook
LinkedIn
Site

Seguir e compartilhar: